Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
O papel das Santas Imagens na Igreja
13/09/2019 11:30 em Novidades

O papel das Santas Imagens na Igreja

 

Há 3 mil anos atrás, achava-se que cada povo provinha de um deus. E como no mesmo país havia, às vezes, vários povos, havia também ali vários deuses.

Era comum fazer uma estátua e considerá-la um deus. A estátua era colocada no templo sagrado e o povo ia lá colocar comidas, pois diziam que a estátua era viva. Os artistas faziam as imagens e o povo as recebia como "deuses de verdade".

Diante disso, Deus proibiu a fabricação de imagens que se transformavam em deuses (Ex 20,4). Deus proibiu a fabricação de deuses, mas não de obras de arte.

No livro do Êxodo, enquanto Moisés se encontrava no Monte Sinai, o povo ainda com a mentalidade politeísta do Egito, proclamava um novo deus (Ex 32, 1-6), fabricando um bezerro de ouro. Moisés, vendo esta idolatria, inflamou-se de cólera, queimou o bezerro e o esmagou até reduzi-lo a pó (Ex 32, 19-20).

Na Babilônia, Daniel desmascara a estátua de Bel (Dan 14).

Deus, porém, manda fazer imagens de querubins e manda coocá-las no lugar mais sagrado do culto divino, em cima da Arca da Aliança. No ambiente em que viviam, estas imagens não faziam mal algum (Ex 25, 18-22). Se isto tivesse acontecido no Egito ou na Babilônia, seriam considerados deuses.

Deus mandou Moisés fazer a imagem da serpente e rezar diante dela (Num 21, 4-9).

Salomão construiu o templo e mandou erigir duas enormes estátuas de querubins (2Cr 3, 10-13). E Deus se agradou deste templo com estas imagens (2Cr 7, 1-3).

Onde as imagens não eram deuses, Deus não proibiu, mas determinou e abençoou.

Os primeiros cristãos usavam as imagens do peixe, do Bom Pastor, da Cruz, como instrumentos de evangelização. Com o progressivo desaparecimento da idolatria dos romanos, as imagens sagradas são aconselhadas.

As imagens recordam as pessoas beneméritas do passado e se transformam em lições de bondade e de heroismo para todos. Como não havia fotógrafos no passado, era preciso desenhar ou esculpir.

As imagens comunicam, portanto, mensagens. A cultura visual de nossa época atesta o valor da imagem.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!